terça-feira, 17 de novembro de 2015

Jireh, Deus da minha provisão...


Gênesis 25:21
21 Isaque orou ao Senhor em favor de sua mulher, porque era estéril. O Senhor respondeu à sua oração, e Rebeca, sua mulher, engravidou.

Quando lemos um versículo como este temos a impressão que tudo aconteceu muito rápido: Isaque orou e Rebeca, que era estéril, engravidou.

Mas não foi bem assim. Os versos 20 e 26 deste capítulo nos revelam que se passaram vinte anos até que o fruto dessa oração estivesse literalmente nos braços de Isaque.

Quando uma oração é feita uma semente é lançada no território espiritual. A resposta de Deus é o poder que faz esta semente (oração) germinar. Quando chega o tempo de Deus você colhe o fruto daquela oração. 

Por isso parece tão simples: Isaque orou, o Senhor respondeu, Rebeca engravidou.

Mas é exatamente assim que acontece também com suas orações. Elas são sementes plantadas no solo sobrenatural e regadas pela vontade soberana de Deus. Não tem como o fruto falhar!

Como o lavrador, descanse e aguarde pacientemente pelo fruto da sua oração, pois está sendo gerado em Deus. No tempo certo, será colocado em seus braços e vai parecer que foi ontem que você orou.

Bom dia!