sexta-feira, 7 de outubro de 2016

... e a Reforma chegou!


João 1:45-46

45 Filipe encontrou Natanael e lhe disse: “Achamos aquele sobre quem Moisés escreveu na Lei, e a respeito de quem os profetas também escreveram: Jesus de Nazaré, filho de José”. 46 Perguntou Natanael: “Nazaré? Pode vir alguma coisa boa de lá?” Disse Filipe: “Venha e veja”.


A nossa origem conta muito para nós, pois além das heranças genéticas temos as espirituais, emocionais e comportamentais.


Mas cabe a cada um de nós reescrever a própria história, a partir da nossa conversão genuína e da aceitação da Palavra de Deus  como guia para a nossa vida.


Natanael estava discriminando a pessoa de Jesus, que ele não conhecia, apenas porque Jesus vinha de Nazaré, cidade que não era bem falada.


Mas quando conheceu Jesus viu que Ele nada tinha a ver com a herança comportamental daquela cidade, mas tinha tudo a ver com o céu.


Antes de ser da sua cidade, da sua época, da sua família, você, em Cristo, é do céu. Seus pensamentos têm que ser do céu, seus desejos têm que ser de acordo com o céu, seu comportamento tem que refletir o céu.


É triste ver alguém que se diz crente e que até tenha andado por um pouco na luz do evangelho, comece a ter posturas das trevas, que foi de onde todos saímos:


Colossenses 1:13

13 Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado.


A nossa origem espiritual não é mais o domínio das trevas, não é mais a nossa linhagem familiar ou nossa casa, mas o céu.


Nossas posturas têm que refletir a vontade do nosso Pai Celestial. 


Gálatas 2:20

20 Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.


Amados, chegou o tempo da Reforma, e essa começa pela casa de Deus. Ele reformará cada um de nós, o MANA12 e cada igreja local, para que viva em unidade de propósito e com a postura do céu.


1 Pedro 4:17

17 Pois chegou a hora de começar o julgamento pela casa de Deus; e, se começa primeiro conosco, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus?


"Senhor, pode me reformar, mas que eu continue fazendo parte da sua casa!"


Bom dia!