quarta-feira, 25 de abril de 2012

Palavra Profética - A Palavra que Desata o Ressuscitado

Graça e Paz amados!

Estamos iniciando hoje um novo projeto através deste novo blog. Cada semana você que é do meu discipulado, da primeira equipe, passará a receber semanalmente uma Palavra Profética que tem como objetivo lhe desatar e desatar seus discípulos.

A palavra recebida na semana deverá ser estudada por você antes do domingo, pois em nossos discipulados de domingo vamos compartilhar o que Deus falou a vocês através dessa palavra e posteriormente vocês levarão essa palavra para os seus discípulos. Vamos então à Palavra Profética desta semana?

A palavra de hoje fala exatamente a respeito do nome deste Blog: "Palavra Profética, a Palavra que Desata os Ressuscitados". Não basta, amados, sermos ressuscitados, ou seja, termos nascido de novo, para realizarmos a obra de Deus.

A conversão nos habilita para a Salvação, disso não temos dúvida, mas se estivermos totalmente atados em diversas áreas da nossa vida, à semelhança de Lázaro ao ser ressuscitado, teremos que ouvir também do Mestre: "Tirem as faixas dele(desatem-no) e deixem-no ir" (João 11.44). Se não fosse assim Deus não teria inspirado os apóstolos para escreverem tantas palavras nas Cartas visando desatar os crentes, pois eles escreviam para as igrejas, para os crentes, para os libertos, para os nascidos de novo.

Lázaro foi ressuscitado por Jesus, mas a igreja (representada pelos crentes que estavam junto ao local da sepultura dele) deveria desatá-lo, tirando-lhe as faixas para que ele pudesse ir, pudesse andar na vontade de Deus. Amados, a cada encontro, a cada celebração na igreja, a cada reunião de célula e, principalmente, a cada discipulado, somos desatados em diversas áreas da nossa vida.


Vejamos, à luz da Palavra de Deus, algumas áreas em que talvez precisemos ser desatados:

Pensamentos negativos, de derrota e fracasso;

Desejos impuros; Auto-suficiência;

Maldições familiares;

Falta de fé; Orgulho;

Falta de amor por Israel (isso trava a sua prosperidade, que poderia ser maior ainda);

Dificuldades em ofertar com generosidade;

Oscilação de humor.

Vimos algumas ataduras, faixas que muitas vezes insistem em ficar em nós, mesmo sendo já ressuscitados, salvos e libertos pelo poder da cruz, mas lembremos-nos que toda promessa de Deus para nós precisa ser conquistada.

Como vamos nos livrar dessas ataduras? Somente quando o outro tirá-las de nós, assim nos ensinou o Senhor Jesus. Quem é é esse outro? Como se chama?

DISCIPULADOR!

Permita ser ministrado pelo seu discipulador, assim como ele deve permitir ser tratado pelo discipulador dele. Assim funciona a Visão, assim cumprimos as diretrizes da Palavra de Deus (Tiago 5.16).

No ano da Excelência e Maturidade,

Paistor Fernando